PRÊMIO ABRALIC DE TESES E DISSERTAÇÕES

A Associação Brasileira de Literatura Comparada - ABRALIC - torna público o edital do PRÊMIO DIRCE CÔRTES RIEDEL ABRALIC, referente a teses e dissertações defendidas em Programas de Pós-Graduação do Brasil, entre março de 2019 a maio de 2021.

EDITAL

Minicurso confirmado: Escritoras russas e soviéticas

Ministrantes: Cecília Rosas e Giuliana Almeida
Carga horária: 4 horas e 30 minutos
Datas: 23, 24 e 25 de agosto, das 16h às 17h30m

Resumo do minicurso: A literatura russa está repleta de personagens femininas inesquecíveis como, por exemplo, Anna Kariênina ou Nastássia Filíppovna, fruto da pena de escritores homens. Quando Tolstói e Dostoiévski publicaram as suas obras, poucas eram as mulheres que conseguiam escrever e oferecer ao público os seus escritos. Entretanto, desde a segunda metade do século XVIII as mulheres ocupam e esfera pública da escrita antes reservada apenas aos homens, e é interessante atentar para o fato de que no nosso tempo, graças a nomes como Svetlana Aleksiévitch e Liudmila Petruchévskaia, elas se tornaram o carro chefe dos lançamentos da literatura russa contemporânea no Brasil.

O objetivo deste curso é apresentar um panorama histórico da presença das mulheres na literatura russa desde meados do século XVIII, apontando as conexões entre o contexto histórico e o florescimento da literatura escrita por elas. Assim, discutiremos, entre outros, o movimento pela emancipação feminina que surge na segunda metade do século XIX e que, impulsionado pelo Populismo russo, resultou num aumento expressivo da ficção escrita por mulheres; a contradição que a revolução de 1917 representou para a literatura feita por elas e o total engessamento ao qual essas mulheres foram submetidas durante o stalinismo, quando Stálin decretou que a questão feminina já estava resolvida; o papel significativo das mulheres na desestalinização da literatura após 1953 e, por fim, a literatura russa contemporânea, capitaneada por escritoras reconhecidas internacionalmente como a laureada pelo Nobel Svetlana Aleksiévitch.

Em breve informações sobre as inscrições

LEIA MAIS

PRORROGAÇÃO - INSCRIÇÃO DE TRABALHOS

Prezados e prezadas participantes do Congresso Internacional da ABRALIC de 2021

Na esperança de que se encontrem todos/as bem, vimos informá-los/las a respeito da prorrogação do prazo para o envio de propostas de comunicação ao Congresso Internacional da ABRALIC neste ano de 2021.

No intuito de dar a oportunidade aos que não conseguiram encaminhar suas propostas até hoje, 14 de junho, possibilitamos o envio até o dia 21 de junho de 2021, mas destacamos que esse prazo não será prorrogado.

Com votos de saúde,
A direção (biênio 2020-2021)

  • Minicurso confirmado: Personagem, conflito e situação crítica na perspectiva autoral

    Ministrante: Luiz Antonio de Assis Brasil (PUCRS)

    Resumo: Os estudos literários visam, via de regra, construir teoria ou aplicá-la em textos dotados de literariedade. Nosso propósito, porém, será tratar dos aspectos teóricos anunciados no título tendo como ponto de partida a perspectiva de quem escreve. Os três conteúdos contemplam temas primordiais da narrativa de ficção, procurando descrever como ocorre o processo e, ao mesmo tempo, oferecer sugestões de como operacionalizá-los no texto narrativo. Os objetivos primordiais contemplam a instrumentalização do ficcionista a entender como se desenvolve o seu processo criativo no plano da personagem, do conflito e da situação crítica e, por outro lado, habilitar o professor a realizar a exegese do texto narrativo a partir da ótica autora; este segundo objetivo poderá ser útil em sala de aula. O curso se justifica: praticamente inexistem, em nosso País, reflexões sobre o processo interior do ficcionista no que toca à construção da personagem, do conflito e da situação crítica.

    Formato: 2 aulas de 2 horas-aula cada.
    Datas: dias 24 e 25 de agosto, das 14:30 às 16:30

    Em breve informações sobre as inscrições

    LEIA MAIS

CERTIFICADO DE ASSOCIAÇÃO

Prezados e prezadas participantes da ABRALIC

Temos a satisfação de informar que agora a ABRALIC disponibiliza certificado de associação a seus afiliados e afiliadas. O certificado comprova que o participante está ativo como membro da ABRALIC neste ano de 2021, e a afiliação pode ser incluída nos currículos acadêmicos.

Para obter seu certificado, basta fazer login no site da ABRALIC (abralic.org.br) e acessar o menu FINANCEIRO.

Ou, para se associar, acesse nosso site e cadastre-se! 
https://abralic.org.br/inscricao/associado/

NOTA E CARTA DOS EDITORES DA REVISTA ESTUDOS DE LITERATURA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA

A Gestão 2020-2021 da Associação Brasileira de Literatura Comparada – ABRALIC – apresenta abaixo a carta da Profa. Regina Dalcastagnè (UnB), a respeito do encerramento da Revista Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea.

A ABRALIC lamenta a perda desse importante espaço de divulgação da pesquisa literária desenvolvida no país e no exterior e manifesta seu reconhecimento a toda a equipe da Revista pelo trabalho editorial primoroso legado a todos os pesquisadores da área.

CARTA DE ENCERRAMENTO

4ª CIRCULAR - INFORMAÇÕES SOBRE INSCRIÇÃO DE TRABALHOS

Caras associadas, caros associados,

Na esperança de encontrá-los/las todos/as bem e em plena saúde, vimos informá-los/las sobre as datas relativas às inscrições de comunicações para os Simpósios Temáticos do XVII Congresso da ABRALIC neste ano de 2021.

O período para inscrição será de 14 de maio a 14 de junho de 2021. Como de costume, o processo deve ser realizado pelo site da associação (www.abralic.org.br).

Fiquem bem, com nossos votos de que possamos nos encontrar no formato online em mais um congresso da ABRALIC.

Cordialmente,

A direção.

Chamada para o n. 72 - Os múltiplos agenciamentos da experiência literária

Pensar a existência além do sujeito, a partir da multiplicidade das formas de vida no plano da imanência. Essa tarefa, proposta por filósofos e antropólogos, lança aos teóricos e críticos literários o desafio de se pensar a escrita e a leitura sob outras bases ontológicas. Exige-se, doravante, um deslocamento perspectivístico: o sujeito, outrora entronizado como o ponto de convergência da experiência literária, dá lugar a um sem-número de entidades, objetos e corpos, que desvelam outras possibilidades e aspectos existenciais. Assim, pode-se pensar a literatura como um campo experimental para a encenação da multiplicidade da existência. Logo, são os mutilados de Beckett, os seres transcósmicos de Lovecraft e Le Guin, o devir-vegetal de Kang e o devir-animal do tio-onça Iauaretê ou o homem-impredicável Bartleby, a baleia Moby Dick, a cadela Baleia e todos os animais de Franz Kafka, o que possibilita pensar os agenciamentos literários na construção de uma posição ontológica intermediária entre o "eu-sujeito" e uma linha de fuga por onde pode passar um devir minoritário, que remetem àquilo que Anna L. Tsing e Donna Haraway, cada uma a seu modo, entendem por "viver-com". Convidamos os(as) pesquisadores(as) a contribuírem com reflexões acerca dos agenciamentos literários que favorecem a especulação ontológica sobre os diferentes modos de subjetivação e dessubjetivação, bem como as diferentes existências implicadas na multiplicidade da vida.

Organizadores: Antonio Barros de Brito Junior (UFRGS) e Alexandre Nodari (UFPR)

Link: https://seer.ufrgs.br/organon/announcement/view/1409

14º Congresso Alemão de Lusitanistas 2021

Temporalidade(s): Reminiscências, Percepções e Projeções

15 a 19 de setembro de 2021, Universidade de Leipzig

Chamada de trabalhos para a Seção 20: Aporias e fluxos do tempo e da tradução

Descrição: Como desdobramento do congresso anterior, esta Seção se apresenta no 14. Congressso Alemão dos Lusitanistas a partir de um necessário deslocamento de perspectiva: Naquela ocasião a tradução foi vista a partir de uma fenomenologia do espaço já trazendo inevitáveis remissões à categoria temporal, inscritas esteticamente em transposições interculturais e intersemióticas que focalizavam, entre outros, o tema dos êxodos, do exílio e da memória. Agora, essa reflexão de matiz fenomenológico deverá se aprofundar, voltando-se a indagações acerca da natureza da temporalidade e sua relação com a teoria e a prática tradutória. A pergunta basilar de Agostinho de Hipona sobre a natureza do tempo impõe-se como partida teórica sobre a construção temporal enquanto "ser ou não ser", possibilidade ou impossibilidade categorial. Assim como formulada no décimo primeiro livro das Confissões, a questão sobre o tempo é compreendida em seu caráter de aporia pelos principais comentadores. Ora, também a reflexão e a prática da tradução deparam-se com a condição aporética de seu objeto, derivada justamente do intervalo temporal que se insere entre texto original e desdobramentos em diversos momentos posteriores, na forma de texto a traduzir, texto em processo de tradução, texto traduzido e retraduzido. Essa sucessão de momentos, que se inscreve anacronicamente a cada nova tradução, foi descrita por Walter Benjamin no ensaio "A tarefa do tradutor" como a sobrevivência (Überleben) e a pervivência (Fortleben) das obras em sua condição essencialmente póstera ou póstuma – nas traduções. A história dos comentários desse ensaio é também marcada por uma aporia: a simultânea impossibilidade e necessidade da tradução, como reiteraram Jacques Derrida e Haroldo de Campos, o teórico da tradução como "transcriação", uma teoria plenamente consciente do caráter póstero, deslocado e anacrônico de toda tradução. Se a tradução, como disse Walter Benjamin, é uma forma, e, enquanto tal, tentativa de fixar algo fundamentalmente móvel, ela é por isso mesmo escansão rítmica. Propomos aqui, portanto, retomar a reflexão sobre o tema dos trânsitos e fluxos, aprofundando a investigação acerca do vínculo aporético e rítmico entre temporalidade e tradução em obras literárias, fílmicas e artísticas do universo cultural lusófono. São bem vindos trabalhos acerca da tradução de obras voltadas para experiências de exílio e das dificuldades advindas do transcurso temporal e de sua fixação na linearidade da linguagem. Nesse sentido, são igualmente esperadas reflexões que tratem da tradução de obras de caráter memorial-autobiográfico, considerando, sobretudo, as torções de sentido que seu registro necessariamente anacrônico engendra. Tendo em vista o papel desempenhado pelos suportes das obras literárias e artísticas em processos de tradução literária ou intermedial, a seção espera contar também com propostas acerca do lugar da edição e das edições (ou o lugar do curador e da curadoria no caso de transposições artísticas) e do arquivo na articulação temporal das obras, seja no transcurso histórico de sua recepção, seja no tempo do agora - no Jetztzeit benjaminiano, tempo eminentemente vivo e criador.

Homenagem: A Seção prestará uma homenagem ao poeta e tradutor brasileiro Augusto de Campos, unindo-se às celebrações em torno de seu aniversário de 90 anos, a serem celebrados este ano. A tradutora convidada, Simone Homem de Mello, fará uma apresentação do volume bilíngue de poemas Poesie - Eine Anthologie, por ela organizado e traduzido para o alemão e publicado pela editora Selo Demônio Negro.

https://www.lusitanistentag2021-leipzig.de/pagina-inicial/secoes/tradutologia-e-traducao/

Prorrogação do prazo para submissão de simpósios

Caras associadas, caros associados,

Na esperança de encontrá-los/las todos/as bem e em plena saúde, vimos informá-los/las a respeito do envio de propostas para Simpósios Temáticos para o XVII Congresso da ABRALIC neste ano de 2021.

No intuito de dar a oportunidade aos que não conseguiram encaminhar suas propostas até hoje, 20 de abril, possibilitamos o envio até o dia 30 de abril de 2021, mas destacamos que esse prazo não poderá ser prorrogado.

Fiquem bem e esperamos ter a oportunidade de nos encontrarmos no formato online em mais um congresso da ABRALIC.

Cordialmente,

A direção.

NOTA EM DEFESA DA CAPES

A Associação Brasileira de Linguística (Abralin), a Associação de Linguística Aplicada do Brasil (ALAB), a Associação Brasileira de Hispanistas (ABH), a Associação Nacional de Pesquisa, Pós-Graduação em Letras e Linguística (Anpoll), a Associação Brasileira de Literatura Comparada (ABRALIC) e a Associação Brasileira dos Professores de Italiano (ABPI) vêm manifestar estranheza à nomeação de Cláudia Mansani Queda de Toledo como Presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES.

A CAPES, responsável pela qualidade da pós-graduação no Brasil, tem zelado pela excelência de pesquisadores e pela qualificação e produção relevante dos docentes dos programas de pós-graduação no País, induzindo o impacto das produções acadêmicas no cenário científico internacional. Sendo assim, espera-se que a presidência desta fundação seja ocupada por acadêmicos com ampla experiência em gestão de cursos de pós-graduação de excelência, orientação de mestrados, doutorados, supervisão de pós-doutorados, coordenação de projetos científicos de grande porte e produção científica qualificada e reconhecida entre seus pares.

Historicamente, a CAPES sempre primou por ter em seus quadros diretivos pesquisadores e pesquisadoras de excelência, que contribuíram de forma indelével para a mudança nos parâmetros de formação de profissionais de alto nível, a começar pelos seus primeiros presidentes: Anísio Teixeira e Susana Gonçalves. O currículo de Cláudia Toledo não revela onde ela se graduou e indica que cursou o seu doutorado na instituição da qual é reitora e coproprietária. Além disso, não constam no currículo publicações em periódicos arbitrados, orientações de doutorado concluídas ou experiência internacional. Essas informações por si só já expõem a fragilidade e a impropriedade da indicação da empresária para assumir uma posição tão importante para o avanço da ciência no País.

A forma de condução das políticas de formação de recursos humanos de alto nível no País é fundamental e tem relação direta com o progresso. Lembrando a relação direta desses recursos com o progresso das humanidades, das ciências e das tecnologias, as associações científicas signatárias desta carta solicitam ao Ministério da Educação a imediata revisão desta nomeação e a sua substituição por um nome compatível com as responsabilidades e com as elevadas finalidades intrínsecas ao cargo.

2ª Circular informativa sobre o Congresso da ABRALIC de 2021

Caras associadas, caros associados,

Na esperança de encontrá-los(as) todos(as) bem e em plena saúde, vimos reforçar as informações a respeito do XVII Congresso da ABRALIC neste ano de 2021:

1. As inscrições para propostas de ST encerram-se em 20 de abril;

2. Está no site da associação a tabela com os valores das inscrições e anuidades para o ano de 2021 (valores que foram reduzidos para este ano);

3. No canal do YouTube da associação, encontram-se três vídeos referentes ao congresso da ACLA.

Cordialmente,

A direção.

Geopolitics of Comparison around the World/ Geopolítica da comparação ao redor do mundo

Seminário da Associação Americana de Literatura Comparada
Datas: 9, 10 e 11 de abril
Horário: 10:30 – 12:15 horas (horário de Brasília)
Organizadora/Organizer: Shu-mei Shih (University of California Los Angeles)
Coorganizador/ Co-Organizer: Waïl S. Hassan (University of Illinois at Urbana-Champaign)

A transmissão deste Seminário faz parte de uma colaboração contínua e plurianual entre a ACLA e a Associação Brasileira de Literatura Comparada (ABRALIC). Painéis e mesas redondas sobre a história da disciplina em cada país, seu contexto institucional e práticas, e a geopolítica da comparação foram organizados nas conferências anuais da ACLA e ABRALIC em 2018 (Los Angeles e Uberlândia) e 2019 (Washington, D.C. e Brasília). Outras atividades colaborativas incluíram dois seminários organizados por ex-presidentes das duas associações, Waïl Hassan e Rogério Lima, nos congressos de 2019 e 2020 da ACLA. Os artigos revisados dessas sessões foram publicados pelas Edições Makunaima sob o título Literatura e (i) migração no Brasil / Literature and (Im)migration in Brazil em 2020. No mesmo ano, Hassan fez a conferência de abertura no congresso virtual 2020 da ABRALIC. Em 2021, devido à pandemia, não foi possível planejar atividades colaborativas presenciais, mas a transmissão deste Seminário pretende ser a continuidade dessa colaboração de vários anos.

Este seminário sobre Geopolítica da Comparação ao redor do mundo é uma das várias atividades que convergem para a produção do Relatório da ACLA sobre o estado da disciplina nos anos 2020 (American Comparative Literature Association State of the Discipline Report for the 2020s). Os relatórios anteriores (1965, 1975, 1993, 2006 e 2014) enfocaram o estado da Literatura Comparada nos Estados Unidos. Considerados em conjunto, eles contam uma história de crescente abertura ao mundo para além da Europa, um espectro ampliado de abordagens interdisciplinares, e uma gradual democratização do próprio processo de escrever o relatório: dos primeiros relatórios, em que estudiosos eminentes, afiliados a universidades prestigiosas, ordenavam o que os departamentos deviam fazer, até o formato amplamente aberto do Relatório de 2014, no qual um grande número de estudiosos de todo o espectro de instituições, níveis acadêmicos e origens contribuiu para um amplo mosaico de práticas comparativas. A Associação Americana de Literatura Comparada acredita que o próximo passo para o Relatório vindouro é focalizar nos novos desdobramentos nos Estados Unidos, bem como nos diferentes contextos, métodos, e geopolíticas de comparação ao redor do mundo. Este Seminário reúne doze estudiosos que tratarão de diferentes contextos nacionais e regionais em termos da forma, conteúdo, método ou teoria da comparação através de fronteiras geopolíticas. As sessões serão em inglês.

The broadcasting of this seminar is part of an ongoing multi-year collaboration between the ACLA and the Brazilian Comparative Literature Association (ABRALIC). Panels and round tables on the history of the discipline in each country, its institutional context and practices and the geopolitics of comparison were organized at ACLA and ABRALIC annual conferences in 2018 (Los Angeles and Uberlândia) and 2019 (Washington, D.C. and Brasilia). Other collaborative activities included two seminars orgamized by past presidentes of the two assocaitions, Waïl Hassan and Rogério Lima, at the ACLA's 2019 and 2020 conferences. The revised papers from those sessions were published by Edições Makunaima under the title Literatura e (i)migração no Brasil/Literature and (Im)migration in Brazil in 2020. In the same year, Hassan delivered the keynote address at ABRALIC's 2020 virtual conference. In 2021, due to the pandemic, it was not possible to plan face-to-face collaborative activities, but the broadcasting of this seminar is meant to be the continuity of that multi-year collaboration.

This seminar about Geopolitics of Comparison around the World is one of several activities leading up to the production of the American Comparative Literature Association State of the Discipline Report for the 2020s. The previous reports (1965, 1975, 1993, 2006, and 2014) have focused on the state of Comparative Literature in the United States. Taken together, they tell a story of increasing openness to the world beyond Europe, a broadening range of interdisciplinary approaches, and a gradual democratization of the process of writing the report itself: from eminent Ivy-League scholars mandating what departments should do in the earliest reports to the wide-open format of the 2014 Report, in which a large number of scholars from the full spectrum of institutions, ranks, and backgrounds contributed to a broad mosaic of comparative practices. The American Comparative Literature Association believes that the next step is for the upcoming report to focus on the new developments in the US as well as on the different contexts, methods, and geopolitics of comparison around the world. This seminar brings together twelve scholars who will address different national and regional contexts in terms of the form, content, method or theory of comparison across geopolitical boundaries.

PROGRAMAÇÃO 09/04 PROGRAMAÇÃO 10/04 PROGRAMAÇÃO 11/04

1ª Circular informativa sobre o Congresso da ABRALIC de 2021

Caras associadas, caros associados,

Na esperança de encontrá-los todos bem e em plena saúde, vimos informá-los a respeito do XVII Congresso da ABRALIC neste ano de 2021.

Tendo em vista a difícil situação da pandemia, especialmente em nosso país, faremos o congresso deste ano novamente em formato online. No início do ano, estávamos jáiniciando os preparativos para um encontro presencial, mas o processo de imunização tem ocorrido em uma velocidade mais lenta do que esperávamos. Assim, acreditamos que seja mais garantido e seguro para todos trabalharmos com um evento online também neste ano de 2021.

Assim sendo, convidamos todos e todas para submeterem suas propostas de simpósio temático (ST), conforme o calendário abaixo:

Informamos ainda o cronograma geral do congresso:

Oportunamente avisaremos sobre os períodos de inscrição para minicursos e pôsteres.

Assim como no ano passado, só receberão certificados de ouvinte os inscritos pagantes.

Os comunicadores que efetuarem seus pagamentos e apresentarem suas falas terão seus trabalhos publicados nos ebooks do congresso ao término do evento.

Em breve sairão os ebooks referentes ao congresso do ano passado.

Por fim, comunicamos que os valores deste ano serão a metade dos do ano passado, em respeito às dificuldades enfrentadas por todos e mediante um parcimonioso planejamento de caixa.

Cordialmente,

A direção.

A HISTÓRIA DA LITERATURA NA ESCOLA

Live de abertura - Série Conexões Literárias
02 de março, 18h
Link para a live: https://youtube.com/LETRASNAREDE

Na próxima terça-feira, 2 de março, às 18h, o canal Letras na Rede faz a abertura de sua nova série de vídeos, Conexões Literárias. O convidado especial para a ocasião é o Prof. Dr. José Luís Jobim, da UFF, que vai falar sobre o tema "A história da literatura na escola". A live será transmitida pelo canal do Letras na rede no Youtube (youtube.com/letrasnarede).

O projeto Letras na Rede, criado no ano passado, é desenvolvido por estudantes de graduação e pós-graduação em Letras da UFRGS, sob a supervisão da Profa. Dra. Regina Zilberman. Em 2020 foram realizadas duas séries de vídeos sobre as leituras obrigatórias do vestibular da UFRGS, entre vídeos de apresentação das obras -disponíveis também em Libras - e entrevistas com escritores e especialistas. Para saber mais sobre o projeto e acompanhar a nova série, basta seguir o Letras na Rede no Youtube ou nas redes sociais (Twitter, Facebook e Instagram), pelo @letrasnarede.

Congresso 2020 da ABRALIC na newsletter da International Comparative Literature Association

Confira o texto abaixo:

Report on Congress: News from ABRALIC – the Brazilian Association of Comparative Literature

The Brazilian Association of Comparative Literature (ABRALIC) held its 17th Congress in 2020 in the southern city of Porto Alegre, in the state of Rio Grande do Sul. This was the third time that ABRALIC´s Congress took place in the state major university, the Universidade Federal do Rio Grande do Sul as the Association has had three presidents from this university (1988-2000, 2002-2004 and 2020-2022). ABRALIC was founded in Porto Alegre in 1986 during the Latin American Seminar of Comparative Literature under the leadership of the late Professor Dr Tania Franco Carvalhal. Two years later, the first Congress of ABRALIC was held under the presidency of Prof. Carvalhal. On completing its 32 years of existence, the Board, under the leadership of Professors Gerson Neumann and Andrei Santos Cunha, faced the challenge of organizing a congress online. With the theme "Transdisciplinary Dialogues: Literature, Human Sciences, Culture and Technology", the activities started with an opening lecture by our guest speaker, Prof Dr. Waïl S. Hassan, from the University of Illinois at Urbana-Champaign. The program consisted of 16 round tables and 66 symposiums distributed along the last four months of 2020. The main conference and the papers presented in the symposia and round tables as well as the 44 posters from undergraduate students from different parts of the country who gave short presentations of their research are available at: http://tiny.cc/ABRALIC. The association's homepage is at https://www.abralic.org.br. The journal, which has been running periodically since 1991, can be accessed at: https://revista.abralic.org.br/index.php/revista.

(AILC-ICLA NEWSLETTER No. 6 ~ 22 January/ janvier 2021)
Disponível em: https://www.ailc-icla.org/fr/newsletters-recentes/