pamPiano, a música erudita dos pampas

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

OLINDA ALLESSANDRINI
DATA: 4 de outubro, das 17h30 - 18h30
TRANSMISSÃO: https://youtu.be/H41RbuhhNYY

Resumo da apresentação: Esta apresentação é uma seleçao de um conjunto específico de obras que representam estilizações do folclore musical pampeano, no repertório de música erudita para piano. As obras escolhidas não são apenas harmonizações de melodias do folclore regional, mas sim elaborações criativas e originais, nos diferentes estilos de cada compositor, e que podem evocar os elementos fundamentais da vida e da natureza da região, em seus diferentes aspectos:

a paisagem nativa, com sua melancólica monotonia, horizontes amplos, noites silenciosas,
a rudeza da lide campeira, os gritos de aboio, a luta contra a natureza por vezes indomável,
a presença vital do cavalo, com seu galopar rápido e compassado, a vencer as distâncias quase infinitas dos pampas,
as danças coreografadas, e as vozes da terra através das canções folclóricas.
O recital completo foi apresentado ao piano inicialmente em Berlim, e após transformou-se em CD e também em um DVD, com direção cênica de Caio Amon.

Existe uma cultura peculiar na região constituída pelas planícies dos Pampas, que através de fronteiras permeáveis, abrangem grande parte do Estado do Rio Grande do Sul no extremo sul do Brasil, também o Uruguai e grande parte da Argentina.

O Rio Grande do Sul, único estado brasileiro associado ao pampa, apresenta características físicas que, no processo de colonização, dificultavam os acessos pelo Norte. Estes eram principalmente o "paredão" de 700 metros dos Aparados da Serra, a Lagoa dos Patos, e uma costa marítima sem nenhuma possibilidade de ancoragem. Ao contrário, pelo pampa, ou seja, pelo sul, não existiam barreiras, o que provocou a integração física, comercial e cultural dos tres países.

A topografia dos Pampas e a história em comum criam laços unindo estes países, e a semelhança nas rotinas da vida diária, nos costumes, no linguajar, fazem com que se afirme uma personalidade própria da região, projetando a imagem do gaúcho-mito. As lendas, as paisagens, as distâncias, o silêncio, as danças, a monotonia, as lides campeiras, a música, o comportamento, a alimentação, criam pontos de interesse em que as semelhanças ficam evidentes e apresentam-se como excelente temática para estudo.

A cultura pampeana tem sido fonte de inspiração para escritores, em prosa ou em verso, para artistas plásticos, cineastas e músicos. Lingüistas estudam a interpenetração das línguas espanhol e português, gerando uma linguagem peculiar. Cyro Martins em seus escritos sobre o "gaúcho a pé" desmitifica o ser lendário, mostrando a dura realidade da vida no pampa. Cineastas retomam aspectos históricos e heróicos. Para os artistas plásticos, o pampa é sempre fonte de cores e luzes. Para os poetas, um precioso tesouro. Estudos específicos tem sido realizados sobre as manifestações musicais em suas origens. E compositores acadêmicos aplicam sua técnica e imaginação apoiados nestas mesmas raízes musicais, elaborando suas obras como retratos de seus estilos individuais.

A alma musical do pampa foi sendo delineada ao longo dos séculos. Sofreu as mais variadas influências, estando ainda hoje em processo de transmutação, não fugindo da tendência global de absorção de outras culturas e principalmente de utilização dos meios eletrônicos cada vez mais aperfeiçoados.

A música do pampa é uma combinação de todos os fatores mencionados acima, mas sua alma está diretamente relacionada ao perfil do habitante da região, à paisagem de horizontes amplos, à rotina da vida diária, à rudeza das lides do campo, enfim, ao modo de vida característico da região.

Minibiografia do apresentador:

image Olinda Allessandrini é atualmente uma das mais versáteis e conceituadas pianistas brasileiras. Seu repertório abrange uma vasta escolha de obras para piano solo, além de música de câmara e concertos com orquestras.

Sua dedicação à produção musical do Brasil e das Américas proporcionou vários prêmios, entre os quais diversos Prêmios "Açorianos", e a distinção "Líderes e Vencedores", da Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, como destaque na área cultural. Também foi premiada aos 18 anos com a "Medalha de Ouro" pelo Instituto de Artes da UFRGS, e obteve o primeiro prêmio em dois Concursos Nacionais de Piano, o "Concurso Lorenzo Fernandez" e o "Concurso da Bahia".

A pianista possui 11 CDs solo, 16 CDs como pianista convidada, e o DVD "pamPiano", que registra o repertório de pesquisa em Fronteiras Culturais, estreado em Berlim, em 2006.

Realizou diversas edições do recital performático "Abram Alas para Chiquinha Gonzaga". Coordenou e participou como pianista nos espetáculos "Carmina Burana", "O Carnaval dos Animais" e "Noite Barroca", no Teatro do SESI, em Porto Alegre.

Salientamos as Audições Musicais que coordena e apresenta juntamente com Tiago Halewicz no Instituto Ling, além de palestras e cursos ministrados na Casamundi e no Studio Clio, em Porto Alegre.

Nos três últimos Festivais Internacionais "Gramado in Concert", a pianista organizou, coordenou e apresentou os recitais de professores e alunos, além de orientar masterclasses de piano e de música de câmara. Participou também de festivais internacionais de piano, como o Festival de Piano de Montevidéu, o Janeiro dos Grandes Espetáculos em Recife, o Festival Villa-Lobos no Rio de Janeiro, várias edições dos Festivais de Música de Montenegro e de Londrina, o Festival de Piano de Heidelberg e o Neckar Music Festival, na Alemanha, o Festival Internacional do Piano de Savona, na Itália, e o Festival Pianotune, na Bélgica, entre outros.

Além de escrever para jornais artigos sobre música, participou colaborando com um capítulo para os seguintes livros: Networking Cultures, coordenado por M.L.Cestari, E.Maagero e E.S.Tonnessen, edição Portal Books, Noruega, 2006; A Face Escondida da Criação, coordenado por Clara Pechansky, edição conjunta Editora Movimento e UFPel, 2005; Pampa e Cultura – de Fierro a Netto, coordenado por L.Chiappini, M.H.Martins e S.Pesavento, edição UFRGS, 2004. Atuou como colaboradora especial no livro O Piano na Música Brasileira, coordenado por Zuleika Rosa Guedes, editora Movimento, 1992.