Análise da tradução do livro abecedário ao português brasileiro

PÔSTER - XVIII Encontro ABRALIC

Edilza Santos da Silva

ORIENTAÇÃO: Profa. Dra. Lílian C. B. Nascimento

RESUMOS: Edilza Santos da Silva Orientadora: Profa. Dra. Lilian C. B. Pereira Nascimento Universidade Federal do Pará- Campus de Abaetetuba RESUMO Esta pesquisa se dedica à análise da tradução do livro Abecedário traduzido para o português brasileiro, considerando de forma geral a discussão sobre a literatura infantil e a teoria da tradução da literatura infantil, examinando suas características e processo com Hunt (2010), Oittinen (2004) e Shavit (1991). Da mesma forma, na literatura infantil traduzida, abordaremos seus principais aspectos e responderemos à seguinte pergunta: Qual é o olhar de um tradutor ao traduzir para crianças? Em particular, este trabalho de pesquisa esclarece que o livro é uma modalidade textual que tem texto e ilustração, com a qual sua tradução no texto de partida e chegada será examinada como suas semelhanças, alterações e equivalentes. Contribuir para a análise do referido livro sobre a tradução da literatura para crianças, sabendo que este se aprofunda no sistema literário brasileiro, é o principal desafio. O objeto de pesquisa deste trabalho é o livro infantil Abecedario, dos autores Ruth Kaufman, Raquel Franco e ilustrado por Diogo Bianki, publicado na Espanha - Argentina em 2014 pelo grupo editorial Bruño. Sua versão para a língua portuguesa do Brasil foi traduzida por Mell Brites, em São Paulo, em setembro de 2016, publicada pela editora Companhia das Letrinhas. A mesma ilustração foi mantida. O texto é atualizado de acordo com o acordo de ortografia em língua portuguesa de 1990, que entrou em vigor no Brasil em 2009.

PALAVRAS-CHAVE: Palavras-chave: Literatura para crianças. Literatura traduzida. Estudo da Tradução.

REFERÊNCIAS: REFERÊNCIAS BRITTO, Paulo Henriques. A Tradução literária. 1. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017. EAGLETON, Terry. Introducción. ¿Qué es la literatura? En Una introducción a la teoría literaria. FCE, Argentina, 1998. FERREIRO, Emilia. Leer y escribir en un mundo cambiante. Versión. Estudios de comunicación y política, n. 11, p. 99-112, 2007. HUNT, Peter. Crítica, teoria e literatura infantil. Tradução de Cid knipel. São Paulo: Cosac Naify, 2010. OITTINEN, Rita. Traducir para niños. Tradução de Isabel Pascual Pebles e Gisela Marcelo Wirnitzer. Las Palmas de Gran Canaria: Servicio de publicaciones de la Universidad de Las Palmas de Gran Canarias, 2004. SHAVIT, Zohar, 1991, “La noción de niñez y los textos para niños”, Criterios, La Habana, nº 29, pp. 134-161. TORRES, Marie-Helene. Método de análise e crítica de tradução de Antoine Berman: Autorresenha do seu livro Por uma crítica da tradução: John Donne. Tradução em revista, 30, 2021.1. Disponível em: https://www.marxwell.vrac.puc-rio.br/53001.PDF. Acesso em: 10/02/2022. ZILBERMAN, Regina. A literatura infantil na escola. 5. ed. São Paulo: Global, 1985. LITERATURA Infantil: Teoria e Prática. Pedagogia ao Pé da Letra, 2013. Disponível em: <https://pedagogiaaopedaletra.com/literatura-infantil-teoria-e-pratica/>. Acesso em: 2 de fevereiro de 2022. ABECEDARIO por Kaufman Ruth - 9789877910025 - Cúspide Libros. Disponível em: https://www.librosdador.com.ar/productos/abecedario-ruth-kaufman-raquel-franco/. Acesso em: 16 de fevereiro de 2022. [corrigir]