O terrorismo literário na obra de José Falero: reflexões acerca da literatura marginal

PÔSTER - XVII Congresso Internacional ABRALIC

Kainan Porto Alegre Lopes

ORIENTAÇÃO: Rejane Pivetta de Oliveira

RESUMOS: A produção literária marginal brasileira, produzida por aqueles que sempre foram silenciados e escamoteados do sistema de produção intelectual, mesmo com todos os retrocessos políticos, sociais e econômicos atravessados no Brasil nos últimos anos, felizmente está sendo mais estudada, dissecada e debatida na Academia e, principalmente, fora dela. Partindo dos pressupostos levantados por Ferréz em “Terrorismo literário” (2005), de que a literatura marginal não é uma literatura menor, mas sim uma literatura maior, feita por maiorias, numa linguagem maior, sempre preservando as suas raízes ancestrais, o presente trabalho tem como objetivo aplicar a metáfora de terrorismo marginal, levantada por Ferréz, no conto “Encontro de negócios”, presente no livro Vila Sapo (2019), do escritor porto-alegrense José Falero. No conto, o narrador-personagem, homem negro periférico, discorre sobre o iminente acerto de contas que fará com outro homem, branco e detentor do capital, representante do sistema de dominação colonial, base da formação social brasileira. Nesse sentido, o acerto de contas representa e denuncia as mazelas vivenciadas pela população marginalizada, que ainda nos dias de hoje sofre dos resquícios de uma sociedade escravista e patriarcal. O narrador-personagem parte do princípio de que eles dois não fazem parte do mesmo mundo, não falam a mesma língua. Dessa forma, é possível constatar que o terrorismo literário proposto por Ferréz transforma a violência e a opressão que estruturam a sociedade brasileira em arma de combate da literatura marginal, dando voz e expressão aos sujeitos historicamente excluídos. Seguindo este viés, o conto de Falero se organiza e se molda nessa lógica terrorista de Ferréz, ou seja, utiliza a escrita como forma de reversão literária das violências cotidianas entranhadas no tecido social brasileiro.

PALAVRAS-CHAVE: literatura brasileira; literatura marginal; terrorismo literário.

REFERÊNCIAS: FALERO, José. Vila Sapo. Porto Alegre: Editora Venas Abiertas, 2019. FERRÉZ. Terrorismo literário. In: FERRÉZ (org.). Literatura marginal: talentos da escrita periférica. São Paulo: Global, 2005.