O ensino-aprendizagem de literatura no contexto de alemão como língua estrangeira (DaF) : aproximações interdisciplinares

PÔSTER - XVII Congresso Internacional ABRALIC

nilson augusto menezes santos

ORIENTAÇÃO: Fernanda Boarin Boechat

RESUMOS: O presente projeto de pesquisa visou refletir sobre diferentes práticas de Letramento Literário (COSSON, 2016) no contexto de ensino e aprendizagem de Literatura em diálogo com a área de Alemão como Língua Estrangeira (ALE/DaF), possibilitando assim um melhor aproveitamento na formação de jovens leitores e estudantes da Educação Básica. Nesse contexto, foi observado o movimento denominado Poetry Slam, mais especificamente o praticado na Alemanha em diálogo com ações do projeto denominado Cine Clube TF, idealizado e coordenado pela educadora Lilia Melo. Mulher negra e periférica, professora de Língua Portuguesa e formada pela Universidade Federal do Pará (UFPA), Lilia atua no bairro da Terra Firme, zona periférica de Belém, Pará (FERREIRA, 2019). O projeto tornou-se uma espécie de coletivo, envolvendo aspectos do áudio visual, das artes visuais, da dança, do canto, da poesia preta e do teatro, e tem por objetivo a divulgação dos projetos artísticos dos jovens daquela periferia. O Poetry Slam, ou a Poesia Slam, e o projeto Cine Clube TF se caracterizam como espaços relevantes, cujas práticas dialogam com as de Letramento Literário, promovendo a leitura de Literatura e a formação de leitores e autores. Por fim, como objetivo dessa pesquisa, foram traçadas relações entre os dois contextos de modo que fosse possível delinear propostas que envolvessem interesses de jovens e fomentassem a difusão da leitura de literatura e a formação de leitores (PETIT, 2009).

PALAVRAS-CHAVE: letramento literário; literatura; ensino-aprendizagem; poetry slam; cineclub tf.

REFERÊNCIAS: COSSON, Rildo. Letramento Literário: teoria e prática. 2. ed., 11ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2021. FERREIRA, Débora Cristina do Nascimento. Letramentos, prática docente e ensino de leitura e de escrita: tensões e resistências em uma escola pública da periferia de Belém-PA. 2019. 1 recurso online (260 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP. PETIT, Michèle. Os jovens e a leitura: uma nova perspectiva. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2009. Tradução de: Celina Olga de Souza.