Avalovara: uma jornada através do tempo

PÔSTER - XVII Congresso Internacional ABRALIC

Mateus Santos Braga

ORIENTAÇÃO: Maria Aracy Bonfim Serra Pinto

RESUMOS: Há muito a humanidade especula sobre o tempo. Um tema que já invadiu a filosofia, ciência, religião, arte e diversos outros campos de conhecimento se tornando, ironicamente, um assunto atemporal. Apesar dos inúmeros estudos e tentativas de capturar a essência do que é essa dimensão, ainda há muito mistério a ser desvelado. Embarcando nesse tema, Osman Lins compôs Avalovara, que, dentre vários outros tópicos, trabalha a categoria temporal sob múltiplas perspectivas. Através do cruzamento do romance com textos filosóficos e analíticos que trabalham com concepções do tempo, a pesquisa motivou-se pela identificação e, a partir disso, reflexão, descrição e sistematização da possível presença de tais concepções no livro de Lins. Tomou-se como fundamentação principal para esta pesquisa: o texto Timeu (2011) do filósofo grego Platão, que trabalha com a concepção de tempo como algo criado por um ser chamado Demiurgo a partir da separação do mundo sensível e do mundo das ideias; o ensaio História da Eternidade (1999), onde o escritor e crítico literário Jorge Luis Borges descreve a história da eternidade através do tempo dividida em quatro partes passando pela antiguidade, cristianismo até teorias mais modernas; e o livro Lírica e lugar comum: alguns temas de Horácio e sua presença em português (1994) do escritor Francisco Achcar, que faz um estudo do conceito de topos e gênero desde a poesia homérica até expressões mais modernas abordando, conjuntamente, o tema temporal presente nessas poesias. A pesquisa é executada a partir da leitura e fichamento das obras referenciadas além do cruzamento dos conceitos e símbolos temporais identificados na fundamentação bibliográfica com passagens do romance de Lins.

PALAVRAS-CHAVE: categoria temporal; Avalovara; crítica literária.

REFERÊNCIAS: ACHCAR, F. Lírica e Lugar-Comum: alguns temas de Horácio e sua presença em português. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1994. BORGES, J. L. História da Eternidade. Obras completas de Jorge Luis Borges, volume 1. São Paulo: Globo, 1999. LINS, O. Avalovara. São Paulo: Melhoramentos, 1973. PLATÂO. Timeu-Crítias. Tradução do grego, introdução e notas de Rodolfo Lopes. Coimbra: Universidade de Coimbra, 2011.