Tradução e Música: uma análise comparativa de versões da canção Lullaby do grupo sul-coreano GOT7

PÔSTER - XVII Congresso Internacional ABRALIC

Laura Zotino Klein

ORIENTAÇÃO: Prof.ª Dr.ª Patrícia Viana Belam

RESUMOS: Lullaby é a faixa-título do terceiro full álbum do grupo sul-coreano GOT7 e foi oficialmente lançada em quatro idiomas diferentes (coreano, inglês, chinês e espanhol), além de uma versão instrumental. Inicialmente apresentada como Trabalho de Conclusão de Curso para obtenção do título de bacharela em Letras-Tradutor, o objetivo central desta pesquisa é observar as diferenças entre as versões em inglês e espanhol da canção, por meio de análise comparativa, com base na tradução literal em inglês, a partir do coreano, fornecida em vídeo pelo canal oficial do Youtube da emissora pública coreana KBS (Korean Broadcast System) e verificar principalmente qual a recorrência dos procedimentos técnicos de tradução em cada uma delas (BARBOSA, 2004), além de examinar se há a manutenção da cantabilidade e/ou ocorrência de outros elementos necessários na tradução de canções baseando-nos na teoria do Princípio do Pentatlo, proposta por Peter Low (2003). Sob essa percepção, pode-se afirmar que ambas as versões traduzidas mantêm sua cantabilidade e que a presença de alguns procedimentos técnicos tais como a tradução literal, na versão em língua espanhola e a adaptação, na língua inglesa, são mais recorrentes que outros nas respectivas versões.

PALAVRAS-CHAVE: canção Lullaby; tradução musical; análise comparativa; Princípio do Pentatlo; procedimentos tradutórios.

REFERÊNCIAS: BARBOSA, Heloísa Gonçalves. Procedimentos técnicos da tradução: uma nova proposta. 2. ed. Campinas: Editora Pontes, 2004. GOT7. 1 Vídeo (3:49). GOT7 – Lullaby [Music Bank Hot Stage / 2018.09.21]. Publicado pelo canal KBS World, 2018. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=yyeXT7pBBYY. Acesso em: 30 ago. 2020. _____. Present: YOU. Coréia do Sul: JYP Studio: 2018. 1 disco sonoro (53:53). LOW, Peter. Singable translations of songs. Perspectives, 11, 2, 2003. pp 87-103.