Diálogos entre mundos: o letramento literário e o projeto de incentivo à leitura.

PÔSTER - XVII Congresso Internacional ABRALIC

ADRIELY ALESSANDRA ALVES DE LIMA

ORIENTAÇÃO: Fernanda Boarin Boechat

RESUMOS: Refletir sobre a literatura como um direito humano é buscar entender a importância de garantir o acesso a um discurso, a uma construção linguística que promove efeitos subjetivos em qualquer ser humano (CANDIDO, 2004, p. 180). A leitura de literatura oportuniza a construção, desconstrução e transformação do pensamento crítico de um indivíduo, assim como pode possibilitar o estabelecimento de relações pessoais, culturais, entre outros. Em vista da potencialidade do texto literário referida, Todorov (2009, p. 31) ressalta a necessidade de asseverar o protagonismo do texto no lugar da técnica, que é importante como instrumento para o professor nas reflexões em sala de aula (TODOROV, 2009, p. 41), mas pode engessar a leitura do texto a uma única interpretação, limitando e subestimando a potencialidade do texto literário. As reflexões desenvolvidas durante a pesquisa suscitaram questionamentos a respeito da relação leitor-texto e a importância de pensar sobre essas questões. O objetivo geral desta pesquisa foi investigar projetos de incentivo à leitura em diálogo com práticas de Letramento Literário. Mais especificamente, investigamos processos pedagógicos de ensino e aprendizagem de Literatura Alemã no contexto de ensino de Alemão como Língua Estrangeira (ALE/DaF). Inicialmente, foi feito um levantamento do referencial teórico e a partir dos relatórios e da produção científica do Projeto de Extensão denominado como “Aprendendo alemão na Amazônia: Interculturalidade e Consciência Ambiental”, coordenado pela professora doutora Rosanne Castelo Branco. A presente pesquisa visou conhecer práticas de ensino de Literatura em um contexto específico de ensino de Língua Alemã e suas características dialogando com a relação entre Ensino de Literatura, Ensino de Alemão como Língua Estrangeira (ALE/DaF) e práticas de Letramento Literário. A experiência apresentada brevemente aqui foi desenvolvida no âmbito da Iniciação Científica na Universidade Federal do Pará, Campus Belém.

PALAVRAS-CHAVE: letramento literário; literatura alemã; alemão como língua estrangeira (ALE/DaF).

REFERÊNCIAS: CANDIDO, A. O direito a? literatura. In: ___. Vários Escritos. 5 ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre azul, 2011. p. 171 - 193. TODOROV, T. A literatura em perigo. Tradução de Caio Moreira. Rio de Janeiro: DIFEL, 2009.