Rede Conceitual da Literatura Digital Brasileira

PÔSTER - XVII Congresso Internacional ABRALIC

Gabriela Goulart Gritti

ORIENTAÇÃO: Rejane Cristina Rocha

RESUMOS: O objetivo desta pesquisa, financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP, é ampliar as reflexões desenvolvidas na pesquisa de Iniciação Científica realizada entre agosto de 2019 e outubro de 2020, financiada, em parte, pelo CNPq e intitulada “Literatura Digital Brasileira: Cartografia da Produção Crítica”. Desse modo, propõe-se realizar a construção de uma “Rede Conceitual da Literatura Digital Brasileira”, a partir de dados obtidos no mapeamento de textos críticos (artigos e ensaios publicados em periódicos científicos brasileiros) sobre a literatura digital brasileira, realizada ao longo da primeira pesquisa. Mediante o desenvolvimento deste projeto, espera-se que a pesquisadora seja capaz de construir uma rede conceitual, ou seja, uma reflexão a respeito da gênese teórica e do percurso crítico de terminologias que a crítica literária tem utilizado para descrever e analisar a emergente produção literária digital brasileira. Tal esforço justifica-se pelo fato de que a metalinguagem teórico-crítica sobre a literatura digital não se encontra consolidada e, no caso brasileiro, são insuficientes as reflexões que partem das suas especificidades. Além disso, a referida pesquisa é fundamentada a partir do estudo da proposta analítica de Itamar Even-Zohar sobre sistema literário, e da proposta teórico-metodológica de Distant Reading discutida pelo pesquisador da Universidade de Stanford, Franco Moretti (2008).

PALAVRAS-CHAVE: literatura digital brasileira; rede conceitual; teoria e crítica da literatura digital; humanidades digitais; materialidades da literatura.

REFERÊNCIAS: EVEN-ZOHAR, Itamar. Polisistemas de cultura. Tel Aviv: Universidad de Tel Aviv/Laboratorio de Investigación de la Cultura, 2007-2011. Disponível em: https://goo.gl/1Yn9Q7. Acesso em 07 jul. 2021. MORETTI, Franco. A literatura vista de longe. Porto Alegre: Arquipélago, 2008. 183 p.